The home of Eurovision lyrics

esc1976_lead

Portugal
<< 1975 1977 >>
Song Information
Music: José Niza
Lyrics: Manuel Alegre
Conductor: Thilo Krassman
Eurovision Song Contest 1976
Position: 12th
Points: 24pts

Portuguese
Eu podia chamar-te pátria minha
Dar-te o mais belo lindo nome português
Poderia dar-te um nome de rainha
Que este amor é de Pedro por Inês

Mas não há forma, não há verso
Não há leito para este fogo, amor, para este rio
Como dizer um coração fora do peito?
Meu amor transbordou e eu sem navio

Gostar de ti é um poema que não digo
Que não há taça, amor, para este vinho
Não há guitarras nem cantar de amigo
Não há flor, não há flor de verde pinho

Não há barco nem trigo, não há trevo
Não há palavras para escrever esta canção
Gostar de ti é um poema que não escrevo
Que há um rio sem leito e eu sem coração

Mas não há forma, não há verso
Não há leito para este fogo, amor, para este rio
Como dizer um coração fora do peito?
Meu amor transbordou e eu sem navio

Gostar de ti é um poema que não digo
Que não há taça, amor, para este vinho
Não há guitarras nem cantar de amigo
Não há flor, não há flor de verde pinho

Translation
I could call you my homeland
Give you the most beautiful pretty Portuguese name
I could give you the name of a queen
Because this love is like that of Peter and Ines

But there is no form, there is no verse
There is no bed for this fire, my love, for this river
How can I say my heart jumped out of my chest?
My love overflowed and I’m without ship

Loving you is like a poem that I don’t dare to say
There is no cup, my love, for this wine
There is no guitar or love song
There is no flower, there is no green-pine flower

There is no boat or wheat, there is no clover
No words to write this song
Loving you is a poem that I don’t dare to write
There is a river without a bed and I’m without heart

There is no form, there is no verse
There is no bed for this fire, my love, for this river
How can I say my heart jumped out of my chest?
My love overflowed and I’m without ship

Loving you is like a poem that I don’t dare to say
There is no cup, my love, for this wine
There is no guitar or love song
There is no flower, there is no green-pine flower

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Visitors from around the world

free counters