The home of Eurovision lyrics

portugal_lead

Song Information
Music: Célia Oliveira, António José Guerra
Lyrics: Célia Oliveira

Quem sou eu, quem sou
Não sei viver com medos
Os espaços quase fechados

A razão nunca se prolonga
Porque o gesto dos outros
Calam a voz, calam a voz

Quem me dera ser um passo de conforto
Uma chuva de estrelas sobre a vida no mundo
Quem me dera ser um passo de conforto
Uma chuva de estrelas sobre a vida no mundo
Sobre a vida das vidas no mundo

Quem não sou
Quem me dera não ser invisível
Onde o espaço fosse chamado
E o tempo alterado

E me chamassem p’ra ouvir, p’ra falar
De cá, de cá

Quem me dera ser um passo de conforto
Uma chuva de estrelas sobre a vida no mundo
Quem me dera ser um passo de conforto
Uma chuva de estrelas sobre a vida no mundo
Sobre a vida das vidas no mundo

Já sou

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Visitors from around the world

free counters