The home of Eurovision lyrics

Song Information
Music: Dina
Lyrics: Rosa Lobato de Faria

Um dar o dé ai é, um dar o dé ai é, um dar o dé ai é
Um dar o dé ai é, um dar o dé ai é, um dar o dé ai é

Cativa da tua lenda, de medos e fantasias
A noite não tem emenda e é noite todos os dias
Com as suas brincadeiras que às vezes nos deixam loucos
A noite não tem maneiras e até se mete nos copos

A noite chegou tão cega
De não ver não ver a claridade, de não ver a claridade
Como um beijo que navega
Pelas ruas da saudade, pelas ruas da saudade

Enquanto o poeta sonha e faz sonetos à lua
A noite não tem vergonha e é de noite que anda nua
A noite estala de riso por saber que acende a chama
A noite não tem juízo, leva-nos todos p’ra cama

A noite chegou tão doce
Como, como um abraço de lã, como um abraço de lã
Praia de sombra e deitou-se
E deu à luz a manhã, e deu à luz a manhã

Um dar o dé ai é, um dar o dé ai é
Um dar o dé ai é, um dar o dé ai é

Um dar o dé ai é, um dar o dé ai é
Um dar o dé ai é, um dar o dé ai é

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Visitors from around the world

free counters