The home of Eurovision lyrics

Song Information
Music: Luís Oliveira
Lyrics: António Avelar Pinho

Amanhã, se eu quiser, serei tua mulher
Mesmo se eu não souber quem tu és
Amanhã, ou depois, vou contar até dois
Nossos dois corações ou talvez
Duas almas inquietas
Duas vidas incertas
À procura de alguém

Sou eu, sou assim
Sou de carne ruim
Se alguém chama por mim
Não me importa quem chama
Sou eu, sou assim
Sou de carne ruim
Faço da noite um festim
Durmo com pedras na cama

Amanhã, se eu chorar, tu não vás nem tentar
Sequer adivinhar quem eu sou
Amanhã, sei lá eu se é um inferno ou um céu
Sei que tudo o que é meu eu te dou
Somos portas abertas
Duas ruas desertas
Sempre à espera de alguém

Sou eu, sou assim
(Ami i assim)
Sou de carne ruim
(Di carne ruim)
Se alguém chama por mim
(Si alguim chaman, pa mim)
Não me importa quem chama
(I ka importa kim chaman)
Sou eu, sou assim
(Ami i assim)
Sou de carne ruim
(Di carne ruim)
Faço da noite um festim
(Noiti pa mi i um festim)
Durmo com pedras na cama
(Durmo com pedras na cama)

Sou eu assim
Sou de carne ruim
Se alguém chama por mim
Não me importa quem chama
Sou eu, sou assim
Sou de carne ruim
Faço da noite um festim
Durmo com pedras na cama

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Visitors from around the world

free counters