The home of Eurovision lyrics

Song Information
Music: Carlos Massa
Lyrics: Carlos Massa

Um dia perguntei a alguém onde fica o infinito
Para poder mergulhar nesse arrepio maldito
Há tanta coisa boa e tanto pra visitar
Se passar da Madragoa ao Bairro Alto vai chegar

Esta gente sofredora
Que um dia nunca morra
Minhas praias aqueceram
E o fado também é gente

São os barcos de Lisboa que me fazem navegar
Encontrei uma canoa pra onde me vais levar
São os barcos de Lisboa que me fazem ir p’ró mar
Entre Alfama a Pessoa de quem vos vou falar

Esta gente sofredora
Que um dia nunca morra
Minhas praias aqueceram
E o fado também é gente

Encontrei a liberdade fui visitar o Marquês
Perguntei-lhe pelo Rato querem saber o que fêz?
Deu-me praças e castelos e um cavalo lusitano
Fontes, pereiras e mel e a saudade de ser humano

Esta gente sofredora
Que um dia nunca morra
Minhas praias aqueceram
E o fado também é gente

São os barcos de Lisboa que me fazem navegar
Encontrei uma canoa pra onde me vais levar
São os barcos de Lisboa que me fazem ir p’ró mar
Entre Alfama a Pessoa de quem vos vou falar

São os barcos de Lisboa que me fazem navegar
Encontrei uma canoa pra onde me vais levar
São os barcos de Lisboa que me fazem ir p’ró mar
Entre Alfama a Pessoa de quem vos vou falar

Esta gente sofredora
Que um dia nunca morra
Minhas praias aqueceram
E o fado também é gente

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Visitors from around the world

free counters