The home of Eurovision lyrics

Song Information
Music: Jan van Dijck
Lyrics: Nuno Gomes dos Santos

Há um tempo que não volta
A não ser no pensamento
Uma asa de revolta
Consumida em fogo lento

Há um grito que soltamos
E que em nós nunca se solta
De saudade onde ancorámos
Esse tempo que não volta

E então sentimos a falta
Desse tempo em que sonhámos
Desse tempo em que cantámos
Maré alta

Há um nome entardecido
Um lugar escrito no vento
Um luar meio perdido
Num suspiro e num lamento

Mas também há o presente
Não tão belo, não tão puro
Que é ainda uma semente
De saudade de futuro

E então sentimos a falta
Desse tempo em que sonhámos
Desse tempo em que cantámos
Maré alta

Há um tempo ainda há tempo
De ser tempo de viver
Há um tempo ainda há tempo
Da palavra apetecer

Há um tempo que há-de vir
Com o teu nome na bandeira
Uma manhã de sorrir
Como se fosse a primeira

E então sentimos a falta
Desse tempo em que sonhámos
Desse tempo em que cantámos
Maré alta

E então sentimos a falta
Desse tempo em que sonhámos
Desse tempo em que cantámos
Maré alta, maré alta, maré alta

Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Visitors from around the world

free counters